02 siteNos dias 24 e 25 de setembro mais de 40 alunos dos cursos de Biomedicina e Enfermagem, do Claretiano – Faculdade de Boa Vista, participaram da campanha “Por você e por todos – a Sesau não foge à luta”, promovida pela Secretaria Estadual de Saúde (SESAU) na capital e no interior de Roraima. Os futuros profissionais participaram da campanha ajudando na coleta de informações junto a população e realizando testagem rápida para a verificação do novo coronavírus - COVID-19.

Para esta ação realizada em parceria com o Sindicado dos Biomédicos do Estado de Roraima, segundo o coordenador do curso de Biomedicina no Claretiano em Boa Vista, o Prof. Me. João Marcelo, foram mobilizados para a ação os colaboradores do Claretiano, juntamente com seus familiares, alunos do Claretiano - Colégio e da Faculdade, além da comunidade em geral.

Com esta ação os alunos dos cursos envolvidos tiveram a oportunidade de colocar em prática o que vem sendo estudado na teoria. No caso dos alunos de Biomedicina, a ação foi especial, pois muitos estão no período de estágio e participaram ativamente da campanha, sendo supervisionados pelos Biomédicos, Lucas Campos, Layele Dias e Larah Batista, egressa do Claretiano – Faculdade de Boa Vista.

Para o Prof. Me. João Marcelo a ação foi muito importante pois os alunos puderam ter o contato inicial com os dados epidemiológico de cada paciente.  Isso porque os alunos do curso de Biomedicina foram responsáveis pela coleta para o teste e o laudo, juntamente com os professores supervisores biomédicos na ação, que são habilitados para laudar as testagens.

Na prática

03 siteRomberto Sarmento, aluno do último semestre de Biomedicina, contou que foi uma experiência muito gratificante participar da ação. “Pude ter uma visão ampla do que está acontecendo na sociedade e sou muito grato de estar ajudando. As pessoas precisam saber como estão, e com este atendimento podemos tirar as dúvidas da população. Levo com esta ação além da experiência profissional, também a humana, na habilidade e ouvir as pessoas e poder ajudar”, conta Romberto. 

Johnson Oliveira, do 1° semestre de Enfermagem, conta que ficou muito satisfeito ao ser chamado para a ação. “Foi muito gratificante participar, pois graças ao meu curso estou ajudando a sociedade. Isso me traz uma alegria imensa e muita motivação para concluir a minha formação acadêmica com uma base sólida, pois desde o início do semestre estou aprendendo as formas corretas de como atender os pacientes e como ajuda-los na prevenção. Nos atendimentos de triagem percebi uma preocupação das pessoas com a sua saúde e de seus familiares, com os índices de óbitos na região Norte e eles demonstram que desejam se prevenir”.

A professora do curso de Enfermagem, Conceição Chaves, comentou que a participação dos alunos foi fundamental para a formação acadêmica. “Nossos alunos ajudaram na triagem, um procedimento muito importante, pois o contato inicial com o paciente e a coletas dos seus dados são atribuições exigidas ao profissional. Ao participar dessa ação dos alunos tiveram a oportunidade de unir a teoria, a prática e vivência neste momento tão distinto socialmente. Eles estão fascinados com tudo que estão vivenciando, estão aprendendo a melhorar a sua abordagem, a conhecer sobre a Biossegurança, o uso de EPIs e enriquecendo sua motivação para concluir o curso”, explica.

Vale ressaltar que toda a ação foi aprovada pela Dra. Valdirene Cruz, representante da

Coordenação Geral de Vigilância Sanitária (CGVS), que vistoriou o local antes da ação verificando se os requisitos de segurança estavam sendo atendidos.